A farsa da pera com chantilly - Arautos Ver Julgar e Agir

A farsa da pera com chantilly nos Arautos do Evangelho

A generosidade elogiada no Evangelho

Uma generosa mulher benfeitora dos Arautos do Evangelho (AE) é envolvida na farsa da pera com chantilly. Conheça esta história, seja um Arauto da Verdade!

“Levantando os olhos, viu Jesus os ricos que deitavam as suas ofertas no cofre do Templo. Viu também uma viúva pobrezinha colocar duas pequeninas moedas e disse: ‘Em verdade vos digo: esta pobre viúva deu mais do que os outros. Pois todos aqueles lançaram nas ofertas de Deus o que lhes sobra; esta, porém, deu, da sua indigência, tudo o que lhe restava para o sustento’.” (Lc, 21, 1-4)

A farsa da pera com chantilly - Arautos Ver Julgar e Agir

O óbulo da viúva, por Gustave Doré.

A atitude da mulher pobre que doa em prejuízo até mesmo de seu sustento é objeto de admiração pelo Salvador. Por isso, o evangelista fez questão de registrar esse elogio de Jesus à generosidade da mulher desprendida.

A farsa da pera com chantilly

Acontece que os integrantes do grupo [ou quadrilha?] anti-arautos parecem não compartilhar da mesma mentalidade do Divino Salvador. Como eles não admiram as atitudes generosas dos doadores dos AE, procuram com o discurso da serpente “vitimizar” as almas generosas em razão do ódio que têm à Obra de Monsenhor João. Assim, recentemente fez uma infeliz desocupada que se apresenta como ex-membro:

A farsa da pera com chantilly - Arautos Ver Julgar e Agir

Desnecessário dizer mais uma vez que reconhecemos nesse relato o mesmo discurso da serpente infernal. Mas apenas para demonstrarmos o caráter lunático dos anti-arautos ressentidos, que vivem tão fora da realidade, apeguemo-nos a um só ponto: pera cozida no vinho com chocolate e chantilly, é luxo? Eles que dizem que os AE confinam os jovens longe da realidade do mundo, eles mesmos têm os pés no chão?

Então, vamos ao supermercado! Ressaltando, contudo, que os preços foram pesquisados em uma unidade de Perdizes, bairro considerado sofisticado na capital de São Paulo. Nos mercados de bairros populares os precinhos podem ser melhores ainda!

Para servimos a sobremesa de “luxo” a dez arautos, gastamos R$ 11,00 de pera. Mais R$ 3,99 com uma barra de chocolate e mais R$ 11,90 equivalente a 350ml de vinho branco. Por fim, R$ 4,90 com chantilly.
Ou seja, cada unidade de sobremesa sai a três reais! Onde está o luxo? O discurso deles é uma farsa contra os Arautos do Evangelho, meu amigo!

*     *     *     *     *     *

Você conhece Monsenhor João S. Clá Dias, fundador dos Arautos do Evangelho?

Veja uma pequena apresentação em dois minutos:

*     *     *     *     *

Cadastre-se no Blog e receba em primeira mão notícias atuais sobre os Arautos do Evangelho!

Os advogados admiradores dos Arautos também estão em ação no Facebook, no YouTubeno Instagram e no Twitter.

44 comentários sobre “A farsa da pera com chantilly nos Arautos do Evangelho

  1. Essa seita anti-Arautos implica até com a sobremesa que é servida pelos Arautos!!!! Aqui em Minas Gerais há um ditado que diz: “”quem desdenha quer comprar””. No fundo essa seita tem admiração pelos Arautos mas não conseguem ser como eles.

  2. Será que o MARCOS LOFRESE tem ligação com o grupo dessa tal LARISSA MELO que falou da pera? Seria muito pertinente que os advogados amigos dos Arautos ficassem de olho nele…

  3. Levar a vida de sacrificio que eles levam, ninguem quer!! mas falar da comida todos falam… olha que é uma simples pera… eles merecem muito mais pela vida sacrificada que levam, abandonam tudo, não tem nada para sim, tudo para obra de Deus!!

  4. Vendo essas peras me lembrei de quando morava no Paraná. Tinha tantas peras que estragavam e o chão ficava forrado. Quando for visitar minha família vou trazer um caminhão de pera.

    • Meu Deus,quanta maldade!!!Será que eles não tem direito a algo que até os animais tem por natureza? Quanta crueldade!!!!Mas a Providência tem sua hora em dar fim nestas maldades destes perverssos!

  5. Neste caso tão “importante” só quero ponderar um pormenor que está sendo esquecido nos excelentes comentários…
    Mais do que o ridículo gasto de fazer pêra com chantilly de sobremesa, está o fato de esta refeição ser feita com amor de Deus. A impressão da acusadora com uma sobremesa de pretenso luxo é que ela, fora dos Arautos, nunca comeu refeições que, sem serem caras, manifestam o amor a Deus e ao próxima da pessoa que as fez…
    Quem comeu à mesa da Ordem II dos AE sabe como isso é o pão nosso de cada dia… mesmo com os pratos mais simples…
    Isso, sim, é um luxo que lá fora ninguém pode se permitir!!!

    • Verdade. O pão dos justos é sempre farto, porque é feito com amor. O banquete do ímpio é sempre miserável, porque é feito com soberba e inveja.

  6. Nossa quanta maldade e ressentimento dessas pessoas… conheço a obra dos Arautos do Evangelho a 20 anos, antes mesmo de ter a aprovação pontifícia, instituição séria e de respeito… todas essas calúnias são uma grande farsa… como se diz um ditado antigo, as palavras o vento leva, mas o exemplo é que arrasta.
    Agradeço aos Arautos por tudo que fizeram e fazem por mim, e toda minha família.

  7. Nesse comentário maldoso entram vários pecados. Calúnia, difamação, inveja, cobiça… É um absurdo atrás do outro! Judas também falou do perfume que Sta. Maria Madalena usou para ungir a Nosso Senhor,alegando que era caro demais e que poderia, com aquela soma de dinheiro, fazer uma doação aos mais necessitados. Não porque ele se preocupasse com os pobres, mas sim pelos seus próprios interesses,. Era avarento e ambicioso, sempre cobiçando as coisas alheias! Conviveu na “Escola de Amor” e não absorveu nada! Não admirava, não queria ver a grandeza de Nosso Senhor Jesus Cristo ou, por outro lado, teria mesmo inveja e ódio. Nós sabemos o fim que Judas teve… Vemos também que a história se repete… Qual será o fim daqueles(as) que seguem os passos do “Mercator Pessimus”? Daqueles que pisam nas graças e no Preciosíssimo Sangue de Nosso Senhor Jesus Cristo?? No fim, seremos julgados pelo Amor… Aguardemos o desfecho dessa história!

  8. O problema não está na sobremesa. O problema é ter que explicar (e convencer) para as pessoas do seu meio porque ela trocou uma vida onde praticava (acredito eu) os mandamentos da lei de Deus e da Igreja por uma vida medíocre e mundana. A culpa é da pera…

  9. Dediquei voluntariamente 20 anos de minha vida a essa belíssima obra, Arautos do Evangelho, não me arrependo por isso, pelo contrário, agradeço a Deus por ter tido essa oportunidade.
    Parabéns Arautos por essa obra de Deus.
    Parabéns aos Fundadores.

  10. Estive muitos anos na Ordem Primeira e hoje optei pelo matrimônio, mas continuo me dedicando à obra. Vejo tantos atos de dedicação, a começar pelo nosso tao querido Monsenhor. Só para verem a generosidade de membros dedicados e compenetrados da vocação que foram chamados… Por muito tempo saímos pelo Brasil para missões, dormíamos em ginásio de esportes, pedíamos marmitas. Apenas para dar alguns depoimentos, uma senhora da Ordem Segunda, cuja família é proprietária de uma grande trasportadora, deixou tudo para ser professora, outra cuja família tem aviões, mas a moça contou que não troca tudo o que a família tem pela felicidade em estar no ambiente dos Arautos, mas como cita o artigo acima a senhora deu tudo o que tinha, elogiável, mas veja esses fatos que são dignos de elogios também.

    • Em um outro canal que prega o ódio, este que fica na bancada, uma acusação equivocada:
      – “Jesus era carpinteiro, trabalhava com madeira e não pedras”.
      Nesta declaração ele referiu que os Arautos do Evangelho fazem grandes castelos de pedras enquanto crianças passam fome.
      Engraçado, me explica na época das construções das grandes Catedrais não exista também fome? A questão de como vai o Brasil, sobre desemprego, fome entre outros problemas, é por que os Arautos investem o que se recada para o plano de Deus ?
      Pode até se comparar com as historinhas dos três porquinhos. O primeiro fez sua casa de palha veio o lobo sobrou e derrubou, o segundo fez de madeira também veio o lobo soprou e derrubou; mas o terceiro fez de pedra cimento e lobo veio soprou, soprou e não conseguiu derrubar. Os Arautos constroem sua Igrejas, de pedras e de tudo que possa ser de melhor possível. Construiriam até de ouro tudo para ofecer a Deus que temos de mais Belo, se fosse possível. Queria este homem acusador dos Arautos que já que Nosso Senhor era carpinteiro, que as igrejas fossem construídas de madeira? De palha?
      É isso que devemos oferecer a Deus por tudo que ele nos dá? O resto? O que não me serve? Devemos sim oferecer a Deus o melhor para a casa de Dele, que sejam feitos os mais belos e mais altos “Castelos”, tudo para refletir o Belo que é o Nosso Senhor.
      A casa de Deus deve ser feita de pedra, cimento forte para que os lobos não possam derrubar. Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” (Mt 16,18). Pedra é rocha, é base sólida onde Jesus quer edificar a sua casa e não de palha seca que os lobos querem destruir.
      Salve Maria!

      • Texto corrigido (devido ter feito por um celular, ocorreu ou algumas falhas na escrita) S

        “Tudo quanto fizermos para Deus, merece o nosso melhor
        esforço”

        Em um canal que prega o ódio este que fica na bancada fez uma acusação Equivocada.
        Disse ele:
        – “Jesus era carpinteiro, trabalhava com madeira e não pedras”
        Nesta declaração ele referiu que os Arautos do Evangelho fazem grandes castelos de pedras enquanto crianças passam fome.
        Engraçado, na época das construções das grandes Catedrais não havia também fome?
        O pouco que contribuímos para a construção do Reino de Deus, é comparado a nada por tudo o que Ele nos oferece. Ele derramou o seu próprio sangue, morreu na Cruz para nos salvar. A grandeza e a beleza de uma Igreja, de uma catedral reflete a grandeza do amor de Deus. A harmonia dos cantos gregoriano, as ornamentações, os vitrais tudo isso que os Arautos estimam, é para que possamos aproximar mais de Deus. “Na Idade Média, O povo entendia que ao mesmo tempo que construía para Deus trabalhava também para si próprio. O que é que movia esse povo a construir tantas maravilhas pelo mundo? A resposta é a fé. Essa mesma fé que levou adiante a Cruzada para libertar o Santo Sepulcro na Terra Santa.”
        Vamos comparar como as historinhas dos três porquinhos. O primeiro fez sua casa de palha veio o lobo soprou e derrubou, o segundo fez de madeira também veio o lobo soprou e derrubou; mas o terceiro fez de pedra cimento e lobo veio soprou, soprou e não conseguiu derrubar. Os Arautos constrói as suas Igrejas, de pedras e de tudo que possa ter de melhor. Se possível, construiria de ouro. Devemos oferecer a Deus o que temos de mais Belo e de melhor.
        Queria este homem que acusa os Arautos que já que Nosso Senhor era carpinteiro que as igrejas fossem construídas de madeira ou de palha?
        É isso que devemos oferecer a Deus por tudo que Ele nos dá? O que não me serve? O que devemos oferecer a Deus é o melhor para construção de Sua morada, de Sua casa. Que sejam feitos os mais belos e altos “Castelos” e assim refletir o Belo que é Nosso Senhor Jesus Cristo.
        As igrejas dos Arautos do Evangelho, não são feitas só de pedras, mármores, vitrais e outras matérias que embeleza a obra, são construídas com amor, esforço e dedicação. São construídas sobre a rocha que é Nosso Senhor Jesus Cristo para que os lobos não possam derrubar. Tu és Pedro e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja” (Mt 16,18). Pedra é rocha, é base sólida onde Jesus quer edificar a Sua casa e não de palha seca que os lobos querem queimar e nem de madeira para eles destruírem.
        Salve Maria.

  11. Esses anti-Arautos mesquinhos me lembram muito Judas Iscariotes que criticou o derramamento do perfume caro nos pés de Jesus. Não reclamou por causa de um suposto desperdício, mas sim porque queria roubar o valor resultante da venda do perfume. Tendo em vista todo o bem que fazem, eu faria questão que eles sejam servidos do bom e do melhor!

  12. Para não dizer “uma pedra de crack”, e ficando nos prazeres lícitos, uma simples cerveja no Brasil ultrapassa o valor dessa “sobremesa da realeza”. Mas, mesmo que fosse uma sobremesa “nababesca”, esses(as) jovens que sacrificam suas vidas, por amor à Deus, não a mereceriam?

    • Sou doador mensal dos Arautos, mais sinto uma santa inveja pela senhora que a seita dos anti Arautos descreve: segundo o testemunho ela chegou a doar até o que lhe fazia falta. Seu nome esta escrito no livro da Vida! E se poderia dizer que os Arautos contribuiram a que ela fizesse ese ato de virtude maravilhoso.
      De modo que a pena por ela é um artifício melodramático dessa turma, pois segundo a promessa de Nosso Senhor, ela tambem nesta terra receberá o cento por um. Ou não acreditam na palavra de Nosso Senhor, seita farisaica?

  13. Até parece que não existe livre arbítrio para doações. Se a idosa em questão quis fazer de bom grado esse dispendioso trabalho tendo em vista doar para a Instituição confiante de que esta faria o melhor proveito então deixe-a, Deus certamente olhará de bom grado.

  14. Ja acabou a materia para a seita. Não tem mais material. Com uma pera com chantilly eles pretendem acabar com os Arautos? Tem que comer laranja para ser religioso? Isto é surrealismo doido…

    • Aqui em casa, somos doadores mensal dos Arautos do Evangelho, entretanto na minha mesa nem sempre temos a oportunidade de saborear uma sobremesa das mais simples possíveis, e nem por isso deixamos de fazer nossa contribuição. Ficamos muito felizes quando vemos esse mar de moços e moças bem, tendo tudo o que precisam para servir de modo perfeito a Deus e Nossa Senhora e a Santa Igreja Católica. Minha casa é simples mas nunca vai faltar minha contribuição.

  15. Para essa senhora que diz sentir-se envergonhada e diz fazer parte da Associação, brincadeira, né? A senhora assistiu a Missa, comeu a sobremesa e creio que jantou ou almoçou, pois dá-se o nome de sobremesa, quando é após uma refeição… Creio que a senhora se alimentou de graça… Ou a senhora pagou? Se não pagou, é melhor a senhora pagar! Nada mais que justo, né?!

  16. Me fez lembrar de um conhecido, muito “humilde”, que “herdou” uns trajes lindíssimos e os renunciou em nome da boa e velha “alma simples, com voto de pobreza”. E então gastou uma fortuna para mudar o guarda roupa.
    Se os Arautos gastassem fortuna em mediocridades, estaria bom pra essa gente. Mas gastar pouco em algo elevado ofendeu a “pobre” senhora desocupada.
    Que Nossa Senhora conceda muitas graças aos Arautos, filhos da Santa Igreja!

  17. Os anti arautos, não sabem nem que argumento usar, hora fala q as crianças passam fome la, hora q comem muito, e ainda q a comida e luxuosa. Tudo se resume em uma palavra inveja, povo que esta se corroendo de inveja.

  18. Malditos mesmo… Este artigo está muito bom, essa pseudo ignorância que demonstram ter, utilizam para vitimizar-se e incriminar uma obra como esta que é santa. Malditos, mil vezes malditos essa seita anti arautos.

  19. Curioso que a pouco tempo atrás diziam que os Arautos não davam comida… deixavam as crianças passarem fome…
    Faz lembrar…
    Evangelho de São Lucas
    31 A quem compararei os homens desta geração? Com quem se assemelham?
    33 Pois veio João Batista, que nem comia pão nem bebia vinho, e dizeis: Ele está possuído do demônio.
    34 Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e dizeis: Eis um comilão e beberrão, amigo dos publicanos e libertinos.

    • Percebi que a cada novo ataque desses falsos, sfamília ARAUTOS cresce, cresce e cresce.
      Nunca vi tanto Arautos juntos.
      Aqui ninguém fica em cima de muro.
      Quanto mais falarem mal, mais vão despertar o interesse do povo em conhecer.
      E o que acontece, quando conhecem,se encantam com a verdade e a Beleza.
      E esses loucos ficam com mais raiva ainda.
      E VIVA MONSENHOR, NOSSO COMANDANTE!

    • Respostas simples e inteligentes.Fenomenal! Para calar os maldosos é simples,diz-se à verdade como deve ser dita. São filhos das trevas,o demônio é o pai da mentira.

  20. O ódio aos bons causa cegueira e ignorância nos maus , parabéns a quem fez esse esclarecimento , que Deus vos ilumine sempre assim , para abrir os olhos dos indecisos , pois os maus são como cães que ladram e acabam mordendo o próprio rabo

  21. Bom dia a todos! Esse POST foi muito elucidativo. Será que esse pessoal, ao ir no subways ou MC Donald’s aí pelo mundão gasta apaneas R$ 3,00 em uma sobremesa? Bando de hipócritas, inúteis, que não conseguem ao menos fazer um prato mais elaborado! Parabéns mais uma vez a equipe de redação!!!

  22. Curioso o que o desconhecimento (ignorância) aliado ao ódio é capaz de produzir. Fazer bons pratos não obriga altos gastos. Um lixo (ou luxo) do McDonalds pode custar o valor total da receita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *